Diferenciais da tinta pó

Tempo de leitura: 2 minutos

           Você sabia que a tinta Pó é considerada um dos segmentos mais inovadores no setor de tintas? Ela se destaca pela aplicabilidade e qualidade do seu resultado final. A tinta pó é composta por quatro diferentes componentes. Sendo basicamente uma mistura de resinas, pigmentos, cargas e aditivos.

       No processo de produção, as matérias-primas são misturadas e depois de processadas formam um pó seco. É este pó que será aplicado, de forma eletrostática, com uso de uma pistola a peça a ser pintada. Para finalização do processo, o produto deve ser submetido a um processo de cura por calor ou radiação. É durante esse processo que a camada de pó aplicada ao produto se transforma em um filme de tinta.

A tinta pó divide-se em três tipos básicos: poliéster, epóxi e híbrida.

                Poliéster: é utilizada em superfícies expostas ao intemperismo como telhas, transformadores, luminárias, perfis de alumínio, entre outros. Possui estabilidade ao calor e luz, retenção de cor e brilho e flexibilidade.

            Epóxi: tem alta resistência química e é indicada para superfícies de interiores que são expostas a ações químicas como tubulação de produtos químicos, tanques de produtos químico e máquinas de produtos químicos.

     Híbrida: composta por resinas epóxi e poliéster, possui características intermediárias. Sua aplicação é feita em superfícies que não são expostas ao intemperismo e não agressivos como móveis de aço, linha branca, móveis tubulares, peças automotivas internas, entre outros. A tinta híbrida tem boa resistência química.

W3 Tinta em pó

Os maiores diferenciais da tinta pó são as vantagens:

  1. A tinta pó não utiliza solventes e isso reduz o risco de incêndio e consequentemente, o custo do seguro;
  2. O produto é pronto para aplicação, dispensando a preparação com aditivos;
  3. O índice de rejeição é baixo;
  4. Aplicação em apenas uma demão, o que otimiza tempo e recursos;
  5. Os processos de fabricação e aplicação são ecológicos e não geram poluentes.
  6. Aplicação pode ser feita em superfícies ferrosas e não ferrosas que suportam calor;
  7. Variadas possibilidade de aplicação;
  8. Maior resistência à abrasão, corrosão, produtos químicos e manchas;
  9. Maior diversidade de cores e acabamentos;
  10. Excelente aderência e flexibilidade;
  11. Grande resistência a impactos, além de resistência química e mecânica;
  12. Resistência ao clima extremo, como os efeitos do sol, raios UV, calor, frio e umidade;
  13. Menor desperdício de material durante aplicação e o pó que não fica na peça pode ser reaproveitado;
  14. Acabamento e aspecto visual durável;
  15. Mesmo com aplicação de uma camada mais espessa, a tinta pó não escorre.

Deixe uma resposta