Porta Pallet X Drive in: qual o melhor sistema para sua empresa?

Tempo de leitura: 2 minutos

Você já identificou a necessidade de construir uma estrutura de armazenagem na sua empresa, mas é preciso mais que isso para levar funcionalidade para seu estoque.  Nesse texto vamos apresentar qual a melhor opção para você que está buscando o sistema de armazenagem adequado para sua empresa.

Para ter a certeza da definição de qual estrutura usar neste caso, é necessário avaliar a quantidade de SKU (O termo Stock Keeping Unit, em português Unidade de Manutenção de Estoque está ligado à logística de armazém e designa os diferentes itens do estoque, estando normalmente associado a um código identificador) no estoque e sua movimentação.

Quando a variedade for grande, onde exige maior seletividade, ou seja, pallets com diferentes produtos de alta rotatividade, a estrutura indicada é o porta pallets. Com ele é possível obter uma maior movimentação de todos os pallets e a disposição, sem que um pallet atrapalhe o alcance e disposição do outro. Também é possível escolher a forma de armazenamento conforme necessidade. No Porta Pallet você movimenta os pallets com maior diversidade de produtos sem problemas.

Posta Pallet ou Sistema Drive in, o que é melhor para sua empresa?

Já o Drive-In é uma estrutura muito utilizada por empresa que possuem baixo volume de SKU. Nesses casos os pallets são armazenados em profundidade. Um a frente do outro, diminuindo assim a seletividade. Por isso é indicado para o mesmo tipo de produto. No sistema Drive-in, o último pallet que entra é obrigatoriamente o primeiro que sai.

Neste sistema de armazenagem a movimentação das empilhadeiras com os pallets é dentro da própria estrutura. Desta forma os tradicionais corredores para a circulação das empilhadeiras entre as estruturas são eliminados, proporcionando um ganho imenso na quantidade de posições pallets.

O sistema Drive In é ajustável a altas densidades de armazenamento. Utiliza até a metade da área de um porta pallet convencional se comparado a mesma quantidade de posições pallet. As cargas não ficam sobrepostas, deste modo a ocorrência de um esmagamento acidental ou risco de quedas são praticamente zero.

Agora que você conhece a diferença entre os dois sistemas cabe a você identificar qual deles é mais útil para suas operações, esperamos que esse texto tenha te ajudado. Quer saber mais sobre estoque e logística? Acompanhe nossas postagens aqui no blog.

Deixe uma resposta